domingo, outubro 10, 2010

Reflexões de Um Final de Domingo...


A Palavra é a luz para o caminho...

***

Eu e meus botões concordamos em fazer você, leitor(a), participar destas minhas reflexões de fim de domingo ao som de Quase Nada, Zeca Baleiro.
--
Tempo.
Pode ser que tenhamos muito pela frente para viver, pode ser que não.
Eu, de mim, da morte não tenho medo.
Tenho a convicção de viver em Deus e a de que Deus habita em mim.

À você que já conhece a Escritura desejo que a Palavra, nesse momento, seja re-significada em sua vida.
À você que ainda não leu a Escritura desejo que a Palavra gere Vida em seu interior.

A Palavra nos afirma que a questão de partir daqui e estar com Deus não tem mesmo nada a ver com nada de bom ou nada de mau que façamos.

Não é por obras, "para que ninguém se glorie" [Carta de Paulo aos Efésios 2:8, vale ler a carta toda!], uma vez que até as nossas melhores obras não são suficientes e nem capazes de nos recomendar a Deus.


Ainda sobre isso: não é por meio mim mesma, nem é por meio você, nem por meio de alguém, nem por meio de todos nós juntos, nem por meio do ser humano mais iluminado na sua consciência que já tenha existido em todos os tempos, nem por meio de religião alguma nesse mundo... não!

É simples e definitivo assim.
É Cristo.

--

Vamos passeando comigo e com meus botões?
- "Sim, Carla!" - responde-me você, disso tenho a certeza.
;)

--
Ah... essa existência...

Eu, de mim, agradeço ao Eterno por cada lágrima e cada dor que passei, cada sofrimento, cada, cada, cada...
Tudo isso forjou-me no meu carater.

Temos duas possíveis respostas para dar à vida na dor e no sofrimento:

Introjetamos amargura e com isso permitimos que nosso olhar para a vida adoeça, e assim, inviabilizamos a vida de ser vivida com VIDA ABUNDANTE.

OU

Entregamo-nos ao Eterno, na certeza do Amor d'Ele, e nos aplicamos diligentemente a observar o que Ele nos ensina para o bem do nosso ser e para o melhor viver nessa nossa existência.

A segunda opção abre um mundo de VIDA ABUNDANTE no caminho da vida aqui. Hm?!

--

Entendi ao longo da minha caminhada com Aquele que é O Caminho uma coisa importante:

TUDO quanto mais SIMPLES for, MAIS VERDADE É e melhor pra mim será.

--

Meus olhos hoje enxergam e querem enxergar cada vez melhor o que acontece neste mundo: as fantasias que somente geram nas pessoas autoenganos, preocupações inúteis [e que tiram a saúde do ser como um todo], percepções erradas de si mesmas e do outro, atribuição de valores ao que não tem valor de vida intrínseco nenhum, pois não acrescenta nada do que é VIDA à caminhada da vida.

Há tantas pessoas "sequestradas" pelo que este mundo dita acerca do que deve ser esta existência aqui, mas, na verdade, o que este mundo dita somente gera morte do ser, diluição da personalidade, dissolvição do ser, escravidão, ... enfim...toda sorte de males e adoecimentos da alma.

Há tantas pessoas "sequestradas" pelos "rudimentos deste mundo", a saber, a Religião e seus ritos que escravizam, segundo Paulo em sua carta aos Colossenses:


"Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:
Não toques, não proves, não manuseies?"

- Paulo, em Colossenses 2:20.

[Percebam que "mundo" para Paulo é a Religião e suas ordenanças antivida, e não o que a Religião chama de "mundo"! ;)]

Rudimentos do mundo, para Paulo, é aquele conjunto de ordenanças da Religião que escraviza a consciência, e que faz com que do individuo seja retirada toda a liberdade plena para a VIDA VERDADEIRA que em Cristo é possível de se viver.


Por outro lado, vejo pessoas "sequestradas" pela ansiosa busca do prazer pelo prazer. A consciência viciada no prazer pelo prazer dissolve o indivíduo. Ele perde-se na existência, pois:

"Todas as coisas trazem canseira. O homem não é capaz de descrevê-las; os olhos nunca se saciam de ver, nem os ouvidos de ouvir."
- Eclesiastes 1:8

O adoecido vício do prazer pelo prazer não gera um indivíduo inteiro, com saúde no interior e pacificado, mas sim, gera um indivíduo cansado, insaciável e sem pacificação interior, com muitas questões sem respostas que carrega lá dentro de si, em algum lugar, e que, das quais, provavelmente, foge.

--
Enfim...
Como caminhar na vida?
Bem..
Temos o Evangelho como lâmpada para nossos pés e luz para nosso caminho nessa vida sem script.
E, por isso mesmo, por não termos nas mãos o script de nossa vida o caminhar é por fé.
Isso é algo belo. Andar por fé.

Tenhamos paz.
Tenhamos paz na certeza de que o Evangelho que ilumina mesmo nosso chão da vida, tem mesmo essa propriedade de iluminar, e ilumina a nossa consciência nos direcionando para o que é bom e agradável.

Não queira um roteiro pronto para a sua vida, pois ele não existe.

Seja responsável por sua vida, e tenha a paz de saber que O Eterno cuida dela com Amor.

Medite na Palavra, busque, pondere, ore, decida com responsabilidade. Use bom senso sempre.

Caminhe com os sentidos abertos, discernindo os tempos.

Tome decisões e faça escolhas conforme o espírito do Evangelho que é sempre bom e sempre gera VIDA VERDADEIRA.

A sua vida é de responsabilidade sua. A minha vida é de responsabilidade minha.

Afinal, cada um dará contas somente de si, afirma a Palavra.

Seja responsável!
O Eterno te chama à responsabilidade para com sua própria vida.
Assuma-se!

Seja adulto e responsável no trato para com sua própria vida, e seja como uma criança no relacionamento com o Pai, confiando n'Ele em TODO tempo.


Enfim, no seu caminhar pelo chão da vida:

"Acima de tudo, guarde o seu coração*, pois dele depende toda sua vida. [...] Olhe sempre para a frente, mantenha o olhar fixo no que está adiante de você."

*Ou os seus pensamentos, Nova Versão Internacional

- Provérbios 4: 23 e 25


--
Leitor(a) querido(a):
Quase Nada, Zeca Baleiro.
É o que ouço enquanto escrevo pra você.
;)






- Carla Cristina Luna Accioly


Reações:

4 comentários:

  1. Amiga linda, como são doces suas palavras, edificantes, muito bom te ler neste finalzinho de domingo.
    Suas palavras falam à minha alma.

    Beijos

    :o)

    ResponderExcluir
  2. Carla obrigada por me ajudar com suas palavras meditar meu final de domingo e inicio da semana.
    Tenho aprendido com a dureza da vida, antes de tomar decisões precipitadas, que me levariam a mais dor, a meditar, parar e pensar... na verdade o que quero dizer é que tenho pedido direcionamento a Deus e desde então tenho só tomado decisões acertadas.
    Beijo a todas as meninas do reino

    ResponderExcluir
  3. Carlinha, obrigada mana, por compartilhar suas reflexões conosco.

    Elas me edificaram muito!

    Beijo grande no coração, que Deus sorria para você!
    =]

    Quero aproveitar para deixar um abração para os que já comentaram por aqui!
    E, quem quer que seja a pessoa que deixou comentário como "Anônimo", deixo o meu carinho e a certeza de que Deus iluminará as suas decisões! Busque-o sempre!

    Abraços para todos!
    =]

    ResponderExcluir
  4. Carla...minha mana? :D
    OLha...li e vou ler muitas vezes, vários dias da semana, no fim ou no começo do dia...
    Vou ler sempre...DEUS fala comigo através destes posts...me emocionei de verdade...ta aqui dentro...vc não conseguirá sentir a força que esse texto me deu e os sentimentos de pacificação que ele me trouxe...mas ta dito e é verdade!! Escreve sempre[chôro]
    TE amo, Claudia Helena
    Meninas do Reino..amo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.