quarta-feira, março 27, 2013

Escambo




dor
desperta dor
amarga dor


à dor? 'merci!'
a dor, meço
à cor, dei
dei uma dor


à dor, uma cor
justo
apertado
aperta, a dor


dores, cores...
dores em liquidação
eu troco, sem troco:
troco uma dor, duas dores, por umas cores, duas curas!


dor?
então, que doa
eu sei doer, eu sei colorir
dor, pedra
troco pedra-dor do chão do meu caminhar,
pela cor-ar do chão do meu respirar!


é assim na minha feira
minha feira é livre!
troca, sem troco
e
eu fico com as cores
e
ninguém deve a ninguém

- Carla Accioly

Reações:

Um comentário:

  1. Também existe beleza na dor!...é bonito ler-te Carlinha! abreijos :)

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.