domingo, setembro 01, 2013

Brincando de Roda


uma forma circular
um anel
uma aliança

anelo rodear o mundo
arrodeio a circunvizinhança

o círculo perfeito
feito íris no olhar

um giro de compasso
no compasso da concentração
faz a circunferência

a equidistância do centro
faz o raio cair
sempre vezes no mesmo lugar

o eclipse do sol
o anel de saturno
a lua nascendo
no céu

a lua no céu
ilumina
na terra
a ciranda de roda

o roda moinho
de vento rodando
desalinha o cabelo meu

o cata-vento que gira
faz circular esperança
roda gigante que pára
eu nela, no alto,
criança
apenas lembrança





Reações:

2 comentários:

  1. Imagino o orgulho que sente sua mãe em ter uma poetiza tão talentosa -parabéns!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.