terça-feira, agosto 05, 2014

Contudo...! Eu escolho caminhar pela Tua Palavra.

Um dia, uma pessoa me falou: "O mal mora na porta da necessidade."

Parei, pensei.
Sim. Verdade.

Mora na porta da necessidade (daquelas relacionadas às carências intrínsecas do ser humano como fome e sede).
Mora na porta da fragilidade (ainda que momentânea).
Mora na porta da carência afetiva e/ou emocional.
Mora na porta da insegurança e do medo.
Mora na porta dos "gatilhos" gerados pelos traumas psicoemocionais.
Mora na porta das dores não curadas que vão deixando as suas marcas profundas na alma de cada um.

É por estas "portas" que ficamos, muitas vezes, vulneráveis ao mal.
É nesta hora que podemos fazer a tolice de querer "transformar pedras em pães" para ver a necessidade imediata resolvida ou o capricho da alma atendido. É nesta hora que os meios correm risco de serem relativizados para que se alcance o fim desejado: a satisfação imediata do desejo.

Contudo!
Contudo "nem só de pão viverá o homem, mas de toda Palavra...!", disse Jesus.

E quando me refiro ao mal, refiro-me à prática dele.
Refiro-me ao que Ele chama de mal, ao que Cristo afirma ser o mal.

Parei, pensei.
Lembrei de um conselho importante de uma pessoa, pra mim, importante.

Certa vez, uma das minhas irmãs, em consonância com o ensino do Mestre, falou-me: "Guarde sempre seu coração do mal, PRINCIPALMENTE de praticá-lo!"


Lâmpada para meus pés é a Tua Palavra.
E Luz para o meu caminho. - Salmo.

- Carla Cristina Luna Accioly
Reações:

Um comentário:

  1. O que mais gosto de vocês meninas é o quanto suas ideias são diferentes da maioria das Comunidades Cristãs e iguais as minhas. O negócio não é so falar para não fazer o mal, é PRATICAR a tentativa de não fazer o mal.
    Parabéns pelo texto e Carlinha, sem palavras para você, já esgotou meus verbos, adjetivos e artigos.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.