segunda-feira, abril 18, 2011

Sobre nossos pés...




Pés...


A Bíblia refere-se diversas vezes aos pés. Fala dos pés do Senhor, fala dos nossos pés. Fala que a terra é o estrado dos pés Dele. Fala que devemos lavar os pés uns dos outros. Fala que Jesus lavou os pés dos discípulos. Fala que Ele, Jesus, teve os pés lavados pelas lágrimas de uma pecadora e ungidos com um perfume precioso e caro. Em apocalipse 4 menciona-se os 24 anciões que depositam suas coroas aos pés Dele. Você já parou para pensar que a única razão de Deus nos dar uma coroa é para que a mesma seja depositada aos Seus pés um dia?

Creio que essa especial deferência aos pés é um reflexo da especial deferência que Deus, o nosso querido Pai, tem por nós seres humanos. Assim como muitas vezes ignoramos e desprezamos os nossos pés, assim merecíamos ser ignorados ou desprezados por Deus. Seria tão fácil para Ele simplesmente nos “deletar” da terra, seria tão menos trabalhoso, mas como bem explicou o Salmista: “ que é o homem para que Dele te lembres, o que é o filho do homem para que o visites? contudo, um pouco menor do que Deus o fizeste e de glória e honra o coroaste”. A Bíblia também fala que os órgãos que pareciam ter menos honra, foram revestidos de maior honra. Gosto muito também da parte de Coríntios que diz que Ele escolheu “as coisas vis, desprezíveis e as que não são para aniquilar as que são.” Nietzche uma vez disse que “até Deus tem seu inferno pessoal, que é o Seu amor pelos homens”.

Eu, pessoalmente, entendi como meus pés são importantes após sofrer um tombo enquanto “aprendia” a andar de moto (segundo meu ortopedista, “aprendi” cedo que de moto não se anda ???!!!!). Mas voltemos ao tombo, o tombo abriu um pequeno “rombo” na parte superior do meu pé e ocasionou uma torção mais grave do que o normal. Resultado: um mês sem poder pisar no chão, bota imobilizando o pé, muletas, dependência alheia e dor, MUITA dor quando precisava abaixar o pé. E o que são as muletas? Como aquilo incomodava! Agora entendo empiricamente o dito popular que diz que “sovaco de aleijado sofre”. Como sofre queridos!! Minha eterna solidariedade aos que dependem de muletas e afins. Um mês foi quase o suficiente para a pessoa aqui quase enlouquecer.

O que ficou disso tudo? Uma “bela” cicatriz e a consciência do privilégio que é andar e ter os pés funcionando normalmente.

O que eu percebo realmente diante de tantas divagações sobre pés é que Deus nos chamou para um caminho com Ele que é O CAMINHO. Aprendi com C.S Lewis que é “caminhando que se faz o caminho”. E entendo que para isso, usualmente, usaremos nossos pés. Lembro-me de Deus falando com Moisés na sarça ardente e chamando-o para tirar a sandálias dos pés. Deus o convoca para uma grande missão e o ensina que nada poderia se entrepor entre ele e sua caminhada.

Não é diferente conosco, trilhamos descalços o chão da existência. A proteção vem Dele que é ao mesmo tempo Caminho e guia do Caminho habitando em nosso interior. É um caminhar que não exige uma perfeição física, mas exige disposição espiritual.

Disposição para ficar com os pés cansados pela longa caminhada. Força para percorrer íngremes escaladas ou descer assombrosos vales. Coragem para saber que os pés podem se ferir com objetos estranhos postos sorrateiramente ao longo dos desvios da estrada.

Há que se suportar os calos, a poeira da estrada, a dureza das rochas, as águas de rios caudalosos, as mordidas de peixes estranhos que lá podem se esconder, as picadas de animais venenosos que pelo caminho podem aparecer. Há mesmo momentos em que os pés parecem não mais querer nos obedecer.

Pés que me levam, pés que me trazem. Pés que se prostram ante outros pés. Pés que deveriam se prostrar ante um Único pé.

Pés cansados, pés empoeirados.
Pés caminhantes.
Pés.

Que eles sempre nos conduzam para mais perto Dele.

Roberta Lima

PS! Não sou, nunca fui e acho que nunca serei fã da Sandy Leah (aquele moça que os publicitários escolheram como garota propaganda da cerveja Devassa e que já cantou “que cOcê foi fazer no mato Maria Chiquinha” – é... o mundo está ao contrário mesmo, mas eu afirmo que continuo reparando...rs). Talvez alguns leitores se recusem a clicar no vídeo abaixo, pois é a dita moiçola que está cantando, mas dou meu braço ou meu corpo inteiro a torcer e confesso: acho que a música merece ser trilha do post, a produção é belíssima e a letra contém palavras que muitos de nós já dissemos, estamos dizendo ou um dia diremos ao Pai.

Reações:

6 comentários:

  1. Sempre evitei escutar essa música. Por puro preconceito, confesso. Preconceito idiota, por sinal. Depois de ler esse texto, essa música teve um sentido lindo. Que linda música... Parabéns pelo texto e pela escolha da trilha sonora!

    ResponderExcluir
  2. Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
    Escrevi um post inteiro aqui e o bendito apagou.. afff

    ResponderExcluir
  3. Roberta lá vou de novo... (Wando,rs)
    Amigaaaa que lindo esse post, que sublimação, e muito engraçado...

    "Deus nos coroa pra um dia a lançarmos aos seus pés"... sim, por que tudo é Dele...

    A escolha da musica foi mais que especial e quem diria "Sandy a moça "devassa",... ela falando do Reino de Deus sem saber"...

    Sim, meus pés cansados voltam pra você...


    Essas surpresas me alegram muito
    bjhos

    ResponderExcluir
  4. Pois é José...nossos pré-conceitos por vezses nos roubam de preciosidades...

    Di e suas "dizites" divinas...nós rimos e choramos juntas, sempre...e sim, nossos pés cansados sempre se voltam à Ele que nos ampara, nos acolhe e nos ama com amor eterno, infinito mas sempre novo!

    Bj

    =)

    ResponderExcluir
  5. Amiga tu escreveu José e eu ja achei que era pra mim, hehehhehe, Meu nome é Di .. Di? sim Dizé..hehhehehehheheh

    Tem um "di"zer meu que é o seguinte: Um dia tu percebe que o sofrimento q tu passou não foi tão ruim assim, pois há caminhos na vida que só os pés calejados passam!! by DiluzPockrandt...

    ...nossos pés cansados sempre se voltam à Ele que nos ampara, nos acolhe e nos ama com amor eterno, infinito mas sempre novo!

    Simmmmmmmm Sempre Ele nos Acode!!!

    bjhos

    ResponderExcluir
  6. Maninha, excelente post! Muito bom te ler!
    Não é a primeira vez q digo isto, né? Nem será a última, pode ir ficando mal acostumada!

    PS: Bom, sobre o tombo de moto acho q nem preciso falar, né? rs... Não quero tumultuar o ambiente...rsrs...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.