quarta-feira, março 21, 2012

Palavras engarrafadas


Palavras engarrafadas

Trancadas por sentimentos

Sobem e descem no coração

Batem e rebatem

Cruzam pensamentos

Apertam o peito

Fazem greve

Não querem trabalhar ao meu favor

Me dar o prazer libertador de ve-las voar

De te-las tocando outras almas em outro lugar

Agarradas a mim estão

Sufoco, suspiro e então me conformo

Hoje é dia de palavra habitando por dentro

Construindo solidez dentro do peito

Erigindo assombramentos

E por mais que sejam tantas

E ainda mais tão intensas

Só ouço delas, o silêncio.
 Roberta Lima
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.