sábado, novembro 20, 2010

Eu quero é ser feliz!



Estava lendo a respeito de uma proposta de Lei em nosso país que pretende tornar a “busca pela felicidade” uma obrigação do Estado, ou seja, a nossa Constituição deve declarar que todo cidadão tem direito à felicidade e que o Estado deve promover meios para que isso aconteça. A proposta de emenda à Constituição (PEC) estabelece que "uma sociedade mais feliz é uma sociedade mais bem desenvolvida, em que todos tenham acesso aos básicos serviços públicos de saúde, educação, previdência social, cultura, lazer, dentre outros".

Na busca por informações, encontrei algo interessante sobre o Brasil, veja isso:

Independentemente da PEC garantir a felicidade, o Brasil está no grupo dos mais felizes do mundo, de acordo com ranking feito pela revista americana "Forbes". O Brasil está na 12ª posição no ranking que avaliou como as pessoas se sentiam em relação à vida entre os anos de 2005 e 2009, à frente de nações mais desenvolvidas como EUA, Reino Unido e França”. (Fonte: Folha online)

Então, segundo a pesquisa, somos (nós, os brasileiros) um povo mais feliz que os americanos, britânicos e franceses.

A Constituição dos Estados Unidos já garante que todo cidadão tem o direito de buscar a felicidade, porém ela não especifica o que é a felicidade. Parece-me que nesse sentido, a PEC proposta em nosso país está alguns passos à frente, quando define algumas coisas que possam proporcionar a felicidade para a nossa sociedade. Mas, afinal, essas coisas realmente podem nos fazer felizes?

Sim e não. Essa foi a resposta que encontrei depois de um tempo de reflexão sobre o assunto. Todas as coisas citadas como desenvolvimento, serviços de saúde, educação e etc., realmente são coisas boas e que permitem uma melhor qualidade de vida e acredito que são muito importantes para proporcionar mais tranquilidade, menos estresse e isso implica em um estado de felicidade para o indivíduo. Mas isso não é permanente.

A felicidade pra mim está muito mais relacionada a algo interior e, embora seja gerada por muitos fatores externos tais como os já citados, ela não depende exclusivamente deles. Ela é muito mais espiritual e isso reflete no emocional e físico do ser humano. No âmbito da fé, a Bíblia ensina que a verdadeira felicidade é encontrada no relacionamento sincero com Deus. Um relacionamento baseado na verdade e na obediência – (Salmos 119:1-2) – e também afirma que fomos criados para experimentar a plenitude de alegria em Deus. E o melhor caminho para essa felicidade é a integridade, porque essa produz relacionamentos verdadeiros e sadios, tanto com Deus como com outras pessoas. Somos seres relacionais e dependemos da qualidade de relacionamentos que temos para nos sentirmos verdadeiramente felizes, seguros, realizados. E quando o somos, podemos até desfrutar de uma melhor qualidade de vida, mas mesmo que não a tenhamos, somos felizes.


Que Deus seja a nossa fonte e que isso nos inspire a lutar por uma melhor qualidade de vida através de nossos direitos civis.


Buscando sempre a felicidade na Fonte,


Andréa Cerqueira
Reações:

3 comentários:

  1. Olá Adréa!!
    Sem dúvida esse assunto está rodeando a maioria dos meios de reflexão por ai à fora (inventei agora esse tal "meio de reflexão", acho que blogs, igrejas, filósofos, teólogos, todos paramos pra pensar a respeito)! Concordo com você em gênero, número e grau, como garantir algo que na sua mais profunda realidade só podemos encontrar em Deus? Ele é quem nos garante!!!
    Semelhante a essa questão da PEC foi o filme "A suprema felicidade" e eu fiz um ensaio sobre o assunto, se puder, veja no meu blog http://sandrovalerius.blogspot.com/2010/11/suprema-felicidade-existe-de-fato.html

    Parabéns pela reflexão, recomendo!

    ResponderExcluir
  2. Déinha do meu coração para sempre,

    Que post lindo minha mana...bom de ler, de refletir, de replicar por aí...

    Me abençoou um tantão...

    Que jamais nos esqueçamos de buscar sempre a felicidade na FONTE!

    Bjs maninha =)

    ResponderExcluir
  3. Hey queridos, super obrigada pelo carinho!

    Sandro, já tô seguindo teu blog! Muita coisa boa lá e Marquito me deu boas referências! hehehe Vou passar mais lá no seu espaço!

    Ro, vindo de vc, de quem sou fã, meu ego fica um menino muito levado! hehe Obrigada pelo carinho e incentivo de sempre mana!

    =]

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.