sexta-feira, dezembro 24, 2010

Porque sempre é Natal...



Então é Natal...

Nascimento, eis o significado da palavra NATAL.
Dia de Natal ou dia do nascimento.
Feliz Natal ou feliz nascimento.
Uma alusão ao nascimento de Cristo.
Me pego pensando, Cristo já nasceu, já morreu, já ressuscitou e hoje vive e reina eternamente. Sua obra está consumada. Foi perfeita. É completa.
Mas em mim, obra da criação, há tanto por fazer, tanto por viver, tanto ainda por nascer.
Vivo constantes “natais”, alguns felizes, outros necessários, alguns até mesmo dolorosos, mas que merecem ser celebrados.
A morte acontece. A vida nasce.
É Natal não porque tem ceia, tem peru, tem presente, tem família, cachorro, gato e pra quem mora no sítio, até galinha.
Não creio no Natal apenas no dia 25 de dezembro. Hoje acredito em constantes natais.
Já que estamos em tempos de retrospectivas e reflexões, pare e pense: quantos natais você já viveu esse ano?
Nasceu um sonho.
Nasceu um projeto.
Nasceu um desejo.
Nasceu um sentimento.
Nasceu um entendimento.
Nasceu...tem nascido e quem sabe nos próximos dias ainda nascerá.
E, por ser sempre Natal, tenho aprendido a não me desesperar e nem me deslumbrar. Pode faltar, pode sobrar. O fato é que tudo é transitório.
Houve tempos em que me chateei, chorei. Falei com o Pai: não tenho isso, não tenho aquilo. Sua resposta? Suave como a brisa e certeira como a flecha me disseram para não olhar para o que não tinha e sim para o que já tinha.
Hoje contextualizo e compreendo: não olhe para o que ainda não nasceu. Olhe para o que já nasceu.
Olhe para o que já é Natal em ti.
É assim que tenho aprendido a viver. Com o que já é Natal, com o que já se fez VIDA.
Então é isso...Então É NATAL
Feliz Natal hoje!
Feliz Natal amanhã
Feliz Natal depois de amanhã
Feliz Natal a cada dia de sua vida

Em Natal,

Roberta Lima.


Reações:

Um comentário:

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.