terça-feira, janeiro 31, 2012

'Querencias'



  • Quero não me estranhar. E mais do que nunca saber que quando se é humano, desde os maiores erros aos acertos, tudo pode ser possível.
  • Quero não me sufocar. Não quero deixar a culpa me fazer perder o ar por não conseguir ser perfeito, mas não quero me dar 'muito corda' ao ponto de aceitar todos os meus erros como se eu não pudesse acertar.

  • Quero leveza.

  • Quero encontrar minha alma e tentar viver em paz com ela. Sabendo que ela pode voltar a ser próspera e colorida e quando encontrá-la vou entregá-la ao Pastor Supremo e assumir que fui uma péssima pastora para ela.

  • Quero voltar a ser criança e sem precisar acreditar em fadas, mas confiando cegamente que meu pai me ama, mesmo que ele me deixe correr sozinha a procura de adrenalina e veja meu tombo de longe. Joelhos ralados são sinais de que realmente se é criança.

  • Quero sempre ter joelhos ralados.

  • Quero amar, embora esta seja a minha mais louca 'querencia', amor é suicídio do eu, amor é aceitar sofrer e ao mesmo tempo sorrir. Pensando bem, mesmo assim quero amar.




  • Quero tirar a palavra FRACASSO do meu dicionário e destacar a palavra Resiliência

  • Quero escrever um livro, plantar uma árvore, e aprender a tocar violão.

  • Quero um cúmplice ao meu lado que aceite meu amor, que não rejeite meu ser, que sorria da minha intensidade em viver e que não deboche da minha lealdade. Que entenda a minha liberdade, que dê gargalhadas das minhas mancadas, mas que não zombe da minha fé.




  • Quero ter um casal de gêmeos.

  • Quero viver na realidade, embora a arte me transporte para outro mundo. Amo todas as expressões artísticas do ser humano.


  • Quero ter mais fé, na vida e quero acreditar que ela tem fé em mim. Quero saber levá-la, não quero que ela me leve.

  • Quero quando velhinha mostrar aos meus netos a minha árvore, meus livros e tocar para eles a minha canção favorita.






  • Eu quero que tudo isso se transforme em verdade.

  • Ponto Final.

Reações:

3 comentários:

  1. Usurpei suas QUERÊNCIAS Si!!
    No fundo queremos o sincero, o intenso, a entrega!
    Queremos a beleza das coisas simples da vida!
    Linda poesia! Beijos Lorão linda e poetisa do meu viver!
    P.S: Tão bom te ler!!

    ResponderExcluir
  2. Impossível não lembrar da canção do Djavan: "Ai, quanto querer cabe em meu coração"....rs

    Lindo, mana!

    Nos faz bem o querer e o crer ;-)

    Bjuuuuuuuuuuuuu

    ResponderExcluir
  3. Ah deixa eu querer com você!?! Amei!! Bj.Gr.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.