domingo, janeiro 30, 2011

No caminho com o Caminho



Fiquei a pensar recentemente sobre caminhos... pensar ou divagar, tem horas que nem sei bem. Há momentos em que brinco: preciso parar de pensar tão seriamente sobre determinados assuntos, mas confesso que apesar de doloroso e assustador em muitos momentos, pensar não mata! Pelo contrário, faz bem até quando nos deixa um pouco mal.

Mas vou tentar dividir um pouco dos meus pensamentos por aqui, acho que blog e twitter são um pouco para isso, não é mesmo? Pensamos em voz alta, ou melhor, transcrevemos pensamentos.

Pensei sobre o fato de Jesus ter se denominado como “o caminho, a verdade e a vida” [Jo 14:6] e então refleti sobre o fato de que muitos de nós podemos tê-lo [Jesus, o Caminho] nas margens, no centro ou na contramão de nossa caminhada.

O mais interessante é que diante da nossa multidimensionalidade, algumas partes podem ocupar posições de centralidade, outras de marginalidade e outras percorrerem o caminho diametralmente oposto: Tudo ao mesmo tempo e AGORA!

Refleti sobre os que dizem não acreditar em Cristo, ainda que não O reconheçam, ainda que se esforcem para provar a Sua não existência, creio que ainda assim, eles estão no caminho com o Caminho, afinal de contas: “Dele, por meio Dele e para Ele são todas as coisas” [Rm 11:36], além disso, ainda que não aceitemos certas verdades, elas não deixam de existir por causa da nossa negação, afinal de contas: “Nele vivemos, nos movemos e existimos” [Atos 17:28].

Muitos podem argumentar que tal versículo serve para os que creem, mas creio que assim como Ele faz derramar Sua chuva sobre justos e injustos, ainda que muitos não O reconheçam, estão imersos Nele, pois a criação reflete a Sua glória.

Percebi que embora pareça que aquele que não crê está com todo o seu ser em contramão no caminho e com o que é Caminho, talvez essa não seja toda a verdade

Mesmo sem perceber, alguém que não crê pode muitas vezes se alinhar com Aquele que é Caminho no caminho e viver de forma empírica e não intencional aquilo que o Reino proclama. E, para meu pesar, percebi também que muitos de nós que se consideram tão fervorosos e fiéis, podemos muitas vezes viver e praticar princípios inteiramente opostos ao que o Reino de Deus prediz.

Alguém já disse que:

Muitos de nós somos crentes teóricos e ateus práticos”.

Mas prosseguindo com meus pensamentos no Caminho e pelo caminho, percebo que a caminhada não é homogênea. 

Há momentos em que corremos, em outros pulamos, há momentos em que andamos de forma distraída, em outros a jornada é tensa e assustadora. Há horas em que tudo o que conseguimos fazer é ficar de joelhos ou nos arrastar. Há vezes em que precisamos ser levados pelos amigos pelo caminho. Há horas em que é preciso dar um passo ou vários atrás para que possamos realmente transcender.

Há curvas acentuadas que guardam belezas ou mistérios. Há declives que precisamos vencer. Há vales e lugares altos que impressionarão nosso ser. Há lugares de verdes pastos, boa água e grande descanso, onde nossa alma pode calar e sossegar. Há desertos que parecem nunca acabar. Há cenários ainda a serem descobertos, outros que queremos para sempre lembrar e outros que desejamos eternamente esquecer.

caminhos não trilhados, muito chão da existência por percorrer. Podemos ser surpreendidos por atalhos perigosos, por ataques danosos, podemos estar vulneráveis e o pior de tudo, podemos percorrer o caminho em loucura e depois cegueira como Paulo ou com uma visão equivocada, como aqueles do caminho de Emaús [Lc 24: 23-16]

Meus pensamentos continuam a percorrer c a m i nhos, mas por hora paro por aqui, com uma de minhas citações preferidas:

 “Achava que percorríamos caminhos já feitos, mas não os há. O nosso IR faz o caminho”
C.S Lewis

Indo com o Caminho no caminho,

Roberta Lima
Reações:

Um comentário:

  1. Roberta, boa reflexão!

    Realmente existem diversas formas de caminharmos pelo Caminho, que é estreito e único. E a forma como caminhamos através dele nos diversos cenários é que vai definir como vamos chegar (ou não). Graças a Deus que a Sua graça nos faz chegar lá, mas nossos passos impensados ou às cegas tanto podem nos atrasar como nos fazer tropeçar, cair, machucar, ou até derrubar quem está junto de nós....

    Bjo!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.