domingo, abril 03, 2011

Eu não evangelizo


Se evangelizar é encontrar uma pessoa na rua e com toda cara de pau dizer "Jesus te ama" e dar as costas, eu não evangelizo.

Se evangelizar é tocar hino nas praças e ir para casa se achando o máximo, eu não evangelizo.

Se evangelizar é ir numa marcha para fazer propaganda de igreja e cantores, eu não evangelizo.

Se evangelizar servir para arrastar pessoas para igreja quando tem festinhas com comida e montar esquemas para ela se sentir bem-vinda somente naquele momento, eu não evangelizo.

Se evangelizar é entregar folhetos que serão jogados no chão e criará mais sujeira nas ruas, eu não evangelizo.
Se evangelizar é pregar com base para embutir culpa nas pessoas bombardeando-as com idéias de pecado e conseqüentemente o inferno para os maus e céu para os bons, eu não evangelizo.
Se evangelizar é convencer as pessoas a se protegerem do mundo dentro de uma igreja que acaba se tornando um bunker contra toda guerra espiritual e ofensivas do diabo, eu não evangelizo.
Se evangelizar é sistematizar o Evangelho, eu não evangelizo.

Agora se evangelizar é caminhar junto, estar presente na vida das pessoas, ser ombro amigo, chorar e rir em vários momentos, então eu creio que eu evangelizo.
Afinal entendo que o maior evangelismo de Cristo, foi estar ao lado, foi comer junto e presenciar toda a aflição e alegria do teu próximo.
Creio que evangelizar é sinônimo de relacionamento. O verdadeiro evangelho não é feito de seguidores e sim de amigos.

Portanto, se evangelizar é partilhar o pão nosso de cada dia, eu evangelizo.

Reações:

6 comentários:

  1. Maravilhoso este texto é tudo que eu sempre pensei, sobre coisas que ja me cansaram e ainda me cansam e me entristecem e me faz perder a vontade de ir na igreja. Mas o que me faz ir e encontra-los é isto. Repartir o pão.

    ResponderExcluir
  2. "O verdadeiro evangelho não é feito de seguidores e sim de amigos." Que bom saber que a cada dia que mais e mais pessoas tem aberto os olhos e usado os ouvidos para ouvir e sentir a graça que há na vida. Que consigamos perceber a simplicidade do evangelho que traz paz e refrigério ao coração e verdadeiramente crer Nele. Não consigo me enquadrar mais nesses moldes de evangelismo anti-evangelho. Abraço!.

    ResponderExcluir
  3. E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus. Lucas 4:4

    ResponderExcluir
  4. Esse discurso "aceite Jesus e seus problemas irão acabar" só faz com que tenhamos cada vez mais discípulos mancos!
    Seguir Jesus não é fácil, é dificil!
    Ser evengélico é dificil, somos confrontados o tempo inteiro.
    Muitas pessoas não compreenderam a parte do "caminho estreito" do "neguem-se a si mesmo" ou então do "pegue sua cruz e me siga".
    Dos 12 discípulos, 11 morreram assassinados e um asilado.
    Quando entregamos um papelzinho e dizemos "Jesus te ama!" estamos fazendo com que o AMOR maravilhoso de Deus se torne algo ralo, piegas, clichê!
    O que falta nos evangelismos de hoje? AMOR!
    O amor de Deus nos faz amar ao próximo!
    O mundo espera de nós evangélicos um atitude de amor sempre!
    Temos algo que o mundo não tem: temos o amor de Deus!

    ResponderExcluir
  5. Opa o autor sou eu. Valeu pela lembrança e postagem do meu texto. Gostei do espaço.

    Abraço!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.