quarta-feira, maio 11, 2011

O SILÊNCIO


Comecei a buscar a Deus
e vi que meus lábios eram impuros;
busquei encontrar a Deus
e vi que meu coração estava triste.


Continuo a buscá-Lo
com a sede dos animais marinhos
e como as corças suspiram
pelas margens.


Salva da tempestade,
paredes do meu quarto
guardam o silêncio
em que Ele começa
a falar comigo.

Julia Lemos



Leia esse e outros poemas de Júlia Lemos em: Sobre as ondas

Meninas do Reino
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.