sexta-feira, junho 17, 2011

Enquanto Meus Pés Sangraram...Parte II

Eu não tinha coragem pra levantar e andar... por que doia muito.... e entao deitei sobre a pedra e adormeci anestesiada por tamanha dor... 
Quando acordei estava no braço dEle, Ele me ajudou a chegar num lugar menos íngreme 


Ao despertar Ele colocou-me no chão e me perguntou:
- Pode continuar Filha??? 
Apenas lhe dei um olhar de indignação, e pensei: como Ele pode? 
- Filha, parece que fui carrasco agora não é mesmo? mas se você não andar, a tua pele não cicatrizará se tornando mais grossa, pois lá na frente tu precisaras dos seus pés menos sensíveis... 
- Com dor e lágrimas recebi seu olhar de amor, e aceitei de que Ele sabia o que estava fazendo.
Continuei andando, e Ele começou a me contar umas histórias bem doidas, de quando Ele visitou os astros celestes e tambem pisou no planeta Vênus.... 
Bem continuemos e continuemos, a noite pensei: - Vou dormir e amanhã não vou levantar da cama... 
No dia seguinte levantamos e percebi que meus pés doiam um pouco menos e ja não sentia tanto assim as pedras e os galhos secos, mas os espinhos eram inevitáveis. 
De repente comecei a andar e Ele me disse: 
- Filha, daqui para frente tu nao vais precisar mais de suas roupas... as abandone.
- Oi? 
- Tira suas vestes, de agora em diante não vais mais precisar delas.... 
- Gente!!! Mestre, o Senhor ta doido? Como assim? 
- Filha, veste estas... e me mostrou em suas mãos uma veste comprida como a DEle e branca muito branca... 
Troquei de roupa e continuamos a andar.... 
As vestes eram muito finas, e eu passava muito frio e à noite passava muito calor com elas, elas eram muito transparentes, e ao encontrar as pessoas naquele caminho me sentia exposta... 
- Por que tenho que ser exposta dessa maneira? Por que tenho que passar por isso? Dizia eu com muita raiva. 
Ele apenas me olhava e abaixa a cabeça, enquanto sua cabeça estava abaixando ouvia Sua voz dizer:


 - Eu te compreendo... 

Meus pés ainda doiam muito, eu não aguentava... mas Ele foi fiel e acompanhou meus passos. 

Continua...

Di Luz Pockrandt
Reações:

2 comentários:

  1. oh, curiosidade pra saber o final.....

    ResponderExcluir
  2. "- Por que tenho que ser exposta dessa maneira? Por que tenho que passar por isso? Dizia eu com muita raiva."

    A gente nunca entende a intenção de Deus no momento em que passamos por uma dificuldade. Só depois de algum tempo é que percebemos a graça e como aquela dificuldade foi uma dádiva.

    Bjokas

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.