segunda-feira, julho 18, 2011

O nosso ir faz o caminho


 
“Pensava que seguíamos caminhos já feitos, mas não os há: o nosso ir faz o caminho”
C.S Lewis

Sou fascinada por caminhos, trilhas, trajetórias, já escrevi alguns textos sobre isso por aqui e mais uma vez vou eu divagar sobre o tema. Esta noite eu tive um sonho: ohhhhhhhhhhhhhhhhh!

Quem me conhece mais de perto sabe que sonho dormindo e acordada, salientando sempre que sonhar é diferente de iludir-se e abstrair-se das realidades e complexidades desta vida.

Mas vamos ao sonho: sonhei que caminhava: posso ouvir um “ohhhhhhhhhhhhhhhh” novamente? Rs...

O cenário do sonho era variado: havia paisagens das mais diversas, alguns montes, outros vales, alguns lugares aconchegantes e acalorados, outros de ares glaciais, encontrava algumas pessoas no caminho (poucas, eu confesso) e algumas me cumprimentavam, outras me davam breves dicas do que poderia encontrar mais pela frente, confesso que sentia um pouco de medo por estar caminhando sozinha e desprotegida (pois eu não levava comigo roupas ou sapatos especiais e muito menos comida – para quem sabe o quanto gosto de comer essa parte era bem preocupante...hehehehe). Mas apesar desses pesares havia uma certeza de estar percorrendo o caminho certo que me pacificava e posso até mesmo dizer: alegrava-me.

Mas a minha caminhada tinha um destino final, um cenário de águas tranquilas, o qual eu não discernia se era mar, rio, lago, mas era grande e de águas cristalinas. O sol refletia sobre sua superfície e trazia o brilho que tanto aprecio aos meus olhos. Lá mergulhadas estavam poucas pessoas, confesso que a única pessoa que reconheci foi minha irmã caçula, o resto eram todas conhecidas, amigas, pessoas amadas, mas não sabia discerni-las naquele pequeno mas alegre e sereno grupo.

Resolvi contar esse sonho simples aqui no blog porque hoje pela manhã, como em quase todas as manhãs, a nossa mana Déinha (@acspira) nos brindou com suas sms’s abençoadoras – confesso que já sinto até uma expectativa, pois normalmente são pérolas de raro valor que nossa querida Andréa garimpa de seu interior, de suas leituras, músicas, enfim...de suas caminhadas na jornada.

Vou reproduzir a SMS (joguei pra galera, Déia...rs), dizia assim:

“Andar com Deus é um processo que começa na história mas culmina na eternidade. Respire e Caminhe. “

Quando li eu sorri, porque essa não é a primeira e espero que não seja a última vez que tais conexões acontecem comigo ou com outras meninas do reino.

Respire e caminhe – sem medos, sem dúvidas, sem excessos, sem bagagens, em certezas ou incertezas,  orando e esperando, mas  de alma leve, coração aberto e confiante. Principalmente, caminhe sem muletas. Não se apóie em nada ou ninguém humano ou material. Quando seus pés cansarem, quando suas forças acabarem, Ele que é invisível mas sempre presente nas horas da angústia (Sl. 46:1) irá te encontrar, cuidar de suas feridas, te limpar, te lavar em suas águas se você precisar. Não tenha medo dos cenários que se apresentarem, não tenha medo das pessoas que aparecerem ou não aparecerem. Prossiga para o alvo ( Fp 3:14 ). Prossiga para Ele.

Que seu ir seja o caminho hoje e sempre.

Continue indo, continue respirando, continue caminhando, continue crendo!

Deixo uma música que a própria Déia uma vez me apresentou e que amo de coração:

PS! 1-  Vale também ler a série da @DiLuzPockrandt aqui do Blog – enquanto meus pés sangraram...


PS! 2- Após escrever o post, veio-me mais um pequeno "insight", percebia que ao fim da minha caminhada, reencontrava muitos queridos, como por exemplo, minha irmã caçula e percebi que ainda que existam pessoas que passem boa parte de suas vidas ao nosso lado, o caminho é individual e personalíssimo. Não importa se caminhamos com os melhores ou os piores dessa terra. O fato é que a trilha é individual. Cada um prestará contas ao Pai de seu caminhar, pois Ele é aquele que nos conhece pelo nome e conta nossos passos...

Na jornada,

Roberta Lima

Reações:

2 comentários:

  1. Incrivel esta frase do C.S.Lewis. Parabens pelo post =]

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, Roberta...linda canção da Kerrie Roberts..."Mantenha a respiração"...abreijos!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.