quarta-feira, setembro 21, 2011

Amar também rima com esperar



Amar e beijar
Amar e abraçar
Amar e calar
Amar e falar
Amar e entregar
Amar e suportar
Amar e acreditar
Amar e não invejar

Amar e amar e amar...

Descubro que amar também rima com esperar

A mãe que espera o nascimento do filho. Seu brotar, seu florescer, o peso no ventre, o desconforto do sono nos últimos tempos, alguns inchaços, o preparo do ambiente no qual o mesmo ficará. É preciso esperar...

Esperar a criança nascer, o leite descer do peito, as primeiras sugadas, as primeiras fraldas trocadas, o primeiro banho, a primeira papinha, o primeiro dente, o primeiro engatinhar, o primeiro caminhar.
Mães vivem de esperas, definitivamente me convenço disto. E quando dos filhos criados, como as mesmas afirmam: trabalho dobrado. Esperam pelo encaminhar dos mesmos na vida, esperam pelas noras e genros, esperam pelos netos: como esperam!

Jesus também esperou. O 1º homem pecou e então uma palavra o Pai liberou. Ele viria, libertaria o povo que em trevas jazia. Ele esperou o tempo. Ele esperou Maria. Ele esperou nascer no local certo para que se cumprissem as profecias. Esperou crescer, esperou aprender as leis de seu povo, esperou aprender uma profissão. Esperou a hora de dizer a que veio e esperou a hora de ir. Isso me assombra: Deus esperou!

Me assombra mais que Ele continue esperando. Espera por uma restauração e redenção completa. Espera pelos novos céus e terra. Espera pelo tempo em que não veremos em parte mas face a face. Espera a hora de enxugar dos nossos olhos todas as lágrimas. Espera que muitos compreendam e não apenas compreendam mas vivam a sua mensagem.

Esperas e esperares.

Esperas cheias de esperança ou desesperança.

Passo meus olhos ao redor. Vejo gente cheia de expectativas. Esperam pela formatura, pela promoção, pelo encontro com o grande amor...

Esperar pelo amor em um mundo tão sedutor que em nossos ouvidos grita: vá, entregue-se, jogue-se, aproveite, sinta (e não reflita).
Se guardar quando a ordem é entregar tudo sem reservas?
Será que existe alguém? Será que vale a pena esperar? E se não chegar? Teremos perdido tempo? Teremos ganhado vida? Ninguém quer a solidão por companhia.

Definitivamente amar não parece rimar com esperar. Amar parece feito de urgências e impaciências, entretanto, os mais sublimes amores que encontramos são feitos de esperas.

Para amar é preciso esperar. Em agonia ou placidez. Em alegria ou tristeza. O amor não traz consigo apenas esperas mas a prova de que esperar vale a pena.

Roberta Lima

PS! Abaixo dois vídeos que falam de esperas melhor do que eu...




Reações:

3 comentários:

  1. Ah ROBERTA ... TUA HABILIDADE COM AS PALAVRAS ME FAZEM ADMIRAR-TE POR DEMAIS DA CONTA MOÇA.
    "os mais sublimes amores que encontramos são feitos de esperas".
    LER E VIVER ESTE TEXTO HOJE FOI BOM DEMAIS, E EM NÓS OS "ESPERANTES" KKKK CRESCE A CERTEZA DE QUE JAMAIS SERÁ DEMAIS "ESPERAR"
    ESPERANDO COM O CORAÇÃO NEle.

    ResponderExcluir
  2. Oi Roberta!
    Tenho quase 32 anos, terminei um relacionamento recentemente e bateu uma baita vontade de desistir de esperar por alguém novamente.
    Estava quase convicta da minha solteirice eterna, de adotar um filho, de fazer tudo sozinha...
    Mas hoje de manhã Deus me falou que não é isso que Ele tem pra mim... e que eu deveria esperar e confiar.
    Se Deus esperou, porque eu não esperaria?
    Beijos
    Que vc continue nos abençoando com seus textos!

    ResponderExcluir
  3. aaahh que texto magnifico espetacular rssr..Roberta continue assim amo ler vcs...meu namorado me esperou 5 anos imagina ..eu esperei o tempo de Deus e pra mim amar rima com esperar..vou sempre esperar! BJO da magra!

    Ruth.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.