domingo, agosto 08, 2010

Confessional #1 - Meu PAI

Confissões de um coração, que como todo coração NADA vê, mas TUDO sente...

Meu Pai








Hoje é dia dos pais e meu pai não está aqui comigo. Este é o 2º ano que desta forma se repete. Aprouve ao Senhor leva-lo para si em maio do ano passado.


A dor da perda de um querido é algo ímpar, a dor da perda de um pai para uma filha é então algo difícil de ser traduzido em palavras, se bem que acho que nem quero traduzir tal dor, pois nãos serão belas palavras que a farão por mim.

O que dizer do meu pai? Por que só dize-lo agora em que ele já não está mais entre nós?

Mas creio que alguns registros são importantes, nem que seja para aquietar esse inquieto e saudoso coração.

Quem era meu pai?

Bom...vou dizer que ele era muitos, várias facetas, um universo...


Tenho lembranças dele brincando na praia comigo e com minha irmã do meio [a caçulinha veio uns bons anos depois], fazendo piscinas, castelinhos, nos tomando pela mão, comprando roupas para nós [sempre do mesmo modelo, mas com cores diferentes ------ arghhhhh...rs]


Lembro-me de minha mãe operada e ele preparando nossa lancheira de escola...e o exagero de bolachas que ele colocava, sem contar que nos fazia levar banana [tem noção do que é comer banana na hora do recreio? As crianças com sua impiedade natural zoavam sem dó – que batalha a questão da banana...rs]


Quando veio a primeira menstruação então? Seu orgulho de ser pai de uma mocinha, o fez divulgar para a empresa toda – imaginem o vexame.


Mas como é bom ser constrangida pelos excessos de amor de um pai.


Doces lembranças...

Mas há também as memórias dolorosas, a adolescência marcada pelo seu alcoolismo, confesso que não me atraiam muito as baladas, pois não queria chegar junto com meu pai bêbado, ou pior, tinha medo que ele chegasse antes e agredisse minha mãe. Não foram poucas as vezes em que me meti no meio deles para apartar-lhes e acabava sendo alvo de uma agressão não dirigida inicialmente a mim.

Meu pai errou? Sim, MUITO e FEIO.

Meu pai me magoou? Sim, MUITO e PROFUNDAMENTE.


Não posso esquecer-me também do tempo em que os papéis se inverteram, cuidava eu da casa, das contas a pagar, vinte e poucos anos e meus pais para sustentar. Duras e grandes lições.


Mas como tudo na vida, PASSOU.

Sofri, cresci, aprendi.


Houve o momento do grande encontro de meu pai com o Pai Celestial, ver sua vida se resignificando parecia um sonho.


Aliás, de sonhos meu pai entendia, creio que o puxei e muito nesse ponto...sou uma sonhadora das brabas. Ele vendia sonhos, injetava ânimos, fazia as pessoas se sentirem melhores e mais capazes ao saírem de sua presença.

Ainda que muitas vezes ele não conseguisse encontrar o rumo de sua própria transição interior, ele sabia como apontar caminhos, ele acreditava nas pessoas e me ensinou a valoriza-las acima de qualquer coisa.


Mas chegou o dia da separação, um câncer avassalador o tomou de nós mais rápido do que poderíamos digerir.


Ao ver seu corpo inerte no velório, entendi, ainda que tardiamente, que ele foi a pessoa que mais me ensinou sobre AMOR nessa vida e a razão disso não se deve a sua perfeição, com certeza não!

Como diz a velha canção: ele foi meu herói, meu bandido. Mas por ser assim: herói e bandido, por ser HUMANO, foi que aprendi que AMOR e PERDÃO andam juntos. E por ter sido a pessoa que mais tive que perdoar nessa vida até hoje, foi também a pessoa que mais AMEI e que mais me ensinou a AMAR.



Obrigada pai, por resignificar o AMOR em minha vida, por sublinhá-lo com a porção do PERDÃO.


Obrigada Deus-PAI por estar comigo e NUNCA me abandonar, JAMAIS me desamparar, SEMPRE e ACIMA de TUDO me AMAR!!!


Ainda aprendendo com meus PAIS a amar e perdoar:


Roberta Lima
Reações:

17 comentários:

  1. Que linda história.
    Não aprendemos apenas com os acertos que acontecem na nossa vida, os erros são extremamente importantes para nosso fortalecimento e amadurecimento.
    Tudo o que acontece, tem um porque, um motivo, não acontecem por acaso.
    Com certeza, o que você contou acima, mesmo nos momentos difícies, tornaram-te com certeza, uma mulher muito forte e valente, que usará todos estes conhecimentos e aprendizados por toda sua jornada.
    Com certeza, seu pai está ao lado do Pai olhando para você com muito orgulho da pequena garota que tornou-se uma grande mulher.

    ResponderExcluir
  2. Lindo Texto!
    Talvez você seja capaz de coisas que nem imagina, graças as coisas que passou!
    PARABÉNS, pela Menina Mulher que és!
    Feliz Dia dos Pais pra nós Amigam !

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  3. Pois é queridos,

    Ao ler os comentários de vocês me veio à mente uma frase que li uma vez do Rubem Alves na qual ele dizia mais ou menos assim: "se todos os meus planos tivesses dado certo, não seria quem sou hoje."
    Creio que é por aí...os percalços da vida nos levam a lugares que talvez a calmaria não levaria.

    FELIZ DIA DOS PAIS para nós, SIM!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Amada!!

    Chorei com seu texto,sei q qdo minha filha tiver sua idade talvez desabafe num texto parecido ja que aprouve o Senhor recolhe-lo tambem tao cedo de nós!
    Ai minha querida, quanto AMOR vejo em teu texto, tenho aprendido que o odio sempre vem depois de muito amor e que o amor vem como onda depois de tanto odio... a gente só odeia quem um dia amou muito, por que se nâo houvera amor tambem nao havera decepçâo, amargura, rancor, por que a gente nao sente essas coisas por quem a gente nao sente nada... (nao sei se me fiz entender,rs)...
    Os nossos pais como tu disseste nos ensinam a amar, odiar, amar, e significar o amor...
    Mas sabe creio q a melhor coisa desse processo todo é a restauração do ser que vivenciamos e vivemos e isso nâo tem preço...
    Obrigada por dividir conosco tais emoções meu anjo..
    Deus te abeçoe muitissimo!!!
    Sua vida me é muito preciosa! :)

    ResponderExcluir
  5. Querida!

    Seu comentário tb me comoveu...entendi tudinho sim e compartilho...
    Bjs no coração!

    ResponderExcluir
  6. Beta ...

    Como você é preciosa moça !

    Gosto de você de graça , também senti forte através do seu texto um pouquinho do que o dia dos pais significa para ti. Sei que o que vc é hoje se deve a essa maravilhosa experiência que você teve com a vida e a morte do seu pai.

    Mesmo ele não estando aqui , você tem muito o que comemorar nesse dia pois o seu PAI celestial transformou todas as coisas para o seu bem !

    Beijao grande linda como disse a amiga de cima Menina-Mulher


    . =D

    ResponderExcluir
  7. Ola docinho! Confesso que hesitei em ler seu texto, minha dor ainda é grande. O Senhor recolheu meu papys, em agosto do ano passado. Ainda dói muito
    Meu exemplo de homem de fé. Ele sempre foi meu grande inspirador em tudo: leitura, escrita, fé, caráter.Enfim, meu pai meu exemplo, meu herói, meu padrão meu alvo!
    Ele deixou marcas fortíssimas em minha personalidade. Mas o Senhor resolveu que era hora de dar-lhe descanso, e deu mesmo.
    Vou vê-lo essa é minha esperança, consolo e conforto.
    Parabéns pela sensibilidade, maturidade e inteligencia do texto.
    Tentei postar algo mas não aguentei, resolvi postar a música do TM que faz jus ao que sinto!
    Beijos no coração e continue assim linda, sensível e inteligente!

    ResponderExcluir
  8. Querida...


    Aqui está o exemplo praticado de quem ENTENDEU o puro e verdadeiro Evangelho.

    Obrigada por esse testemunho de amor e do poder consolador da Graça do nosso Senhor Jesus Cristo!

    Amo vc, minha irmã

    Um beijo

    Gi

    ResponderExcluir
  9. Oie querida!
    Fiz questão de deixar um comentário para dizer-lhe: obrigada por compartilhar conosco algo tão importante para você. Obrigada por edificar a minha vida e caminhada.

    Sinta-se abraçada!
    E que nosso Paizão seja sempre mais que suficiente para acalentar a tua alma!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Meninas do Reino [assim como eu...rs]

    Obrigada pelos comentários e todo carinho expresso neles.
    Não foi fácil me expor, mas vejo que está tocando corações e isso faz a diferença.

    Bjs queridas!

    Roberta

    ResponderExcluir
  11. Oi amiga, querida ! Passei hoje por aqui e me deparei com este texto tão lindo e comovente...Qta sabedoria, força e perseverança que precisou para poder chegar a esta conclusão não é mesmo? Isso é o verdadeiro amor que Jesus quer que tenhamos...e vc demonstra que aprendeu de uma das mais duras maneiras e hoje pode ajudar aos que buscam por um consolo ou uma palavra de apoio...com certeza Jesus se alegra mto por isso e pela sua vida ! Que Ele continue a lhe moldar e usar como um vaso abençoador em nossas vidas....
    Bjooooo
    Saudades

    ResponderExcluir
  12. Graça e Paz

    Meu nome é Edinelson Lopes, sou coordenador de evangelismo do ministério Siga o Mestre, um ministério cristão de evangelismo e discipulado.

    Quero parabenizar por seu excelente trabalho neste blog e lhe convidar a conhecer nosso blog, com matérias que apresentam o evangelho simples, sem misticismos ou fábulas, apontamos o cristianismo prático como culto racional, a resposta de Deus para a ardente expectativa dos homens, tanto dos salvos quanto dos que se perdem.

    Entramos em contato com você porque procuramos estabelecer contato com blogs cristãos de irmãos que estejam focados e preocupados com a real necessidade das pessoas, Jesus, o Cristo.

    Venha nos conhecer.
    Aguardamos sua visita no desejo de podermos lhe abençoar.

    Forte abraço, em Jesus, o Mestre.
    BLOG - SIGA O MESTRE

    Obs 1: Estamos seguindo seu blog.

    Obs 2: Podemos trabalhar juntos para promoção do Reino e edificação de nossos leitores, acesse PARCEIROS e conheça as regras para formalizar parceria.

    ResponderExcluir
  13. Um texto é bom quando podemos aprender com ele. Isso o seu o é.

    Um texto é maravilhoso quando dizemos: eu gostaria de te-lo escrito!

    tenho uma história bem parecida com a sua, por isso mexeu tanto comigo.

    Louvo a Deus pela sua vida e peço a Ele que continue te abençoando e enchendo-a da sua Graça!

    ResponderExcluir
  14. Obrigada!

    Não imaginei que este post tocaria tantos corações, estou surpresa e grata aos meus PAIS por poder compartilhar das lições que com eles aprendi.

    Já tô seguindo o blog, proposta interessante, depois passo lá com mais calma.

    Abraços,

    Roberta

    ResponderExcluir
  15. um desabafo cheio de ternura, é dificil mesmo, tbm foi um dia triste para mim o dia dos pais. já faz 17 anos que meu Senhor o recolheu, mas ainda parece que foi ontem. nenhum momento ele sai da minha memória, posso nao pensar o tempo todo mas o tempo todo sinto sua falta de algum modo. tenho dois filhos lindos, louvado seja Deus por ter me dado eles, mas era sonho do meu pai ter netos, e morreu sem ter podido os ver então cada vez que abraço beijo e olho pros meus filhos penso no meu pai, e em outros muitos momentos. o que me ajudou e ajuda até hoje foi que depois disso comecei uma nova descoberta da paternidade Divina. que antes nao sentia, nem me interessava, agora tudo o que gostaria de dizer pro meu pai, fazer junto com ele. faço com Deus, mesmo 17 anos depois ainda choro as vezes e pergunto porque Senhor? porque o senhor levou o meu pai de mim? mas pouco a pouco ELe me conforta e a dor que sufoca e me afoga vai diminuindo até ficar possivel suportar. Deus abençoe vc, muito legal seu blog.

    ResponderExcluir
  16. Obrigado pelo texto! Isso é o amor. Quem ama supera tudo e aprende que o melhor da vida é amar intensamente quem Deus põe em nosso caminho. Que o Senhor a abençoe tremendamente!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.