quarta-feira, janeiro 26, 2011

De vez em sempre...





De vez em quando eu naufrago em perguntas.
De vez em sempre eu preciso mergulhar fundo em busca de respostas.

De vez em quando eu penso demais.
De vez em sempre eu percebo que deveria ter pensado melhor.

De vez em quando eu sou uma equação, uma incógnita.
De vez em sempre eu preciso que alguém me resolva.

De vez em quando eu gosto de ficar quieto, sem chamar atenção.
De vez em sempre eu preciso que me percebam.

De vez em quando eu me escondo do mundo, até de mim mesmo.
De vez em sempre eu preciso ser descoberto.

De vez em quando eu faço alguém dar risada.
De vez em sempre eu preciso que me façam sorrir.

De vez em quando eu sonho com o impossível.
De vez em sempre eu preciso que me mantenham acordado, lúcido.

De vez em quando eu quero ter asas.
De vez em sempre eu preciso de um lugar pra pousar.

De vez em quando eu me apaixono, me encanto.
De vez em sempre eu preciso sentir o mesmo de volta.

De vez em quando eu quero fazer alguém feliz.
De vez em sempre também.

De vez em quando eu detesto ter coração mole.
De vez em sempre eu tenho que lutar pra ele não endurecer.

De vez em quando eu me entorpeço.
De vez em sempre eu sei que a dor ainda está lá, em algum lugar.

De vez em quando eu me acho um nada.
De vez em sempre eu preciso saber do meu valor.

De vez em quando eu acho que sou alguma coisa.
De vez em sempre eu preciso que Deus me lembre quem eu seria sem Ele.

De vez em quando eu me perco dentro de mim.
De vez em sempre eu preciso ser resgatado por Ele.

De vez em quando eu não faço aquilo que quero.
De vez em sempre eu preciso deixar de me autossabotar.

De vez em quando eu faço aquilo que não quero.
De vez em sempre eu preciso que Jesus me ajude a não cair no mesmo erro.

De vez em quando eu perco a esperança.
De vez em sempre a certeza de uma nova manhã me reanima.

De vez em quando eu acho que não tem mais jeito.
De vez em sempre eu preciso me lembrar de que Ele está no controle.

De vez em quando eu deixo a rotina me afastar do Senhor.
De vez em sempre eu preciso andar em novidade de vida.

De vez em quando eu não gosto de ser quem sou.
De vez em sempre eu preciso que Deus me lembre quem sou em Cristo.

De vez em quando eu preciso ser eu.
De vez em sempre eu preciso ser diferente de mim.

De vez em quando eu preciso de uma dose extra de amor.
De vez em sempre eu preciso amar.

De vez em quando eu quero fugir, desistir da caminhada.
De vez em sempre a Graça me prende ao amor do Pai.

De vez em quando eu acho que Jesus foi a melhor coisa que me aconteceu.
De vez em sempre eu não tenho a menor dúvida disto.

De vez em quando eu ajo como uma pessoa que nunca O conheceu.
De vez em sempre eu preciso conhecê-Lo cada vez melhor para decifrar a mim.






**No fundo eu sei que sou um peregrino, talvez por isto eu seja assim tão incerto, tão distante...


Fonte: blog Valores do Alto
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.