segunda-feira, fevereiro 14, 2011

Sobre perdas e ganhos...


O Mestre Jesus afirmou aos discípulos que aquele que perdesse a sua vida por amor a Ele a encontraria*. As aparentes paradoxalidades constantes na mensagem do evangelho sempre me levam à reflexão e consciência de necessidade de ajustes em minha própria conduta. 

A vida producente, a verdadeira vida segundo os padrões de Cristo, é aquela no qual o maior é o que serve, na qual a resposta à ofensa se reflete em dar a outra face e onde perder o transitório nos faz ganhar o eterno.


Creio que um de nossos maiores erros pode ser o de trocar o que mais se deseja na vida por aquilo que mais desejamos em um certo momento e fiquei a pensar com meus botões sobre as perdas de nossas vidas. Inevitável não te-las. A morte, por exemplo, é uma perda inexorável e que baterá à porta de todos.

Mas há também as perdas opcionais. Perdas que escolho deliberadamente.

Uma mulher que escolhe ser mãe, escolhe também perder a forma original de seu corpo, escolhe perder horas de sono, escolhe perder maior independência em seu cotidiano.

O homem ou a mulher que escolhem se casar, escolhem perder novas oportunidades de relacionamentos. Como certa vez afirmou Ed René Kivitz: “quando um homem/mulher diz sim para uma pessoa, está dizendo não para todas as outras”.


Quando escolhemos amar, escolhemos também perder. Perdemos para ganhar.


Essa é também a lei do amor.


Perdas consentidas.


Gosto da sensibilidade dos poetas. Percebo que muitas vezes os mesmos desenham com palavras a nossa arquietura interior e impressiono-me com citações sobre perdas como a de Florbela Espanca que assim nos diz:

“Que eu saiba me perder para então me encontrar”

Gosto muito também do que assentiu Clarice Lispector quando afirmou que:

se perder também é caminho”

Nos perder para nos encontramos...saber que há caminhos de perdas que necessariamente serão trilhados é assim que seguimos ou prosseguimos...nos perdendo e perdendo e TAMBÉM nos encontrando e encontrando.

Vivendo entre perdas e ganhos,

Roberta Lima


*Mt 16:25
Reações:

6 comentários:

  1. “se perder também é caminho”
    Que lindo o compartilhar dessa compreensão em Graça, porque somente em Cristo as certezas teológicas e religiosamente pedradras são só o que são, meras especulações. Seguimos o Caminho errando e acertando com a certeza de chegar no porto seguro, pois só estamos no caminho porque o Caminho está em nós, afinal Ele é tudo em todos. Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Perda que se mostra ganho.
    Morte que se mostra vida.
    Servir é difícil, é preciso morrer.
    É abandonar-se em função do outro e encontrar-se nele!

    Paradoxo né!?

    bjo

    ResponderExcluir
  3. Muito bom hein!
    "Quando dizemos sim, dizemos nao"

    ResponderExcluir
  4. MTO BOM!"Quem acha a sua vida a perderá, e quem perde a sua vida por minha causa a encontrará." Mt. 10:39-"Quem tentar conservar a sua vida a perderá, e quem perder a sua vida a preservará." Lc. 17:33 -"Pois, que adiantará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou, o que o homem poderá dar em troca de sua alma?" Mt 16:26-
    bjs

    ResponderExcluir
  5. É, realmente nunca parei para refletir sobre as paradoxalidades das palavras de Jesus, e de querer extrair delas muito mais que o óbvio. Seu ponto de vista foi muito bem colocado. Adorei poder aprende um pouco mais da palavra de Deus, e de conhecer mais uma parte da família de Deus!

    Estou seguindo!
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  6. Gente querida,

    Obrigada pelos coments...significam muito para mim e significam ainda mais o conteúdo dos textos.

    Bjs

    =)

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.