quarta-feira, fevereiro 29, 2012

O garoto-leão, a guria e o mural [parte 1]

Era uma vez, usualmente assim se começam as histórias, as fábulas e os contos que tem um misto de encanto e realidade. O que por hora pretendo narrar, talvez possua esse misto de encanto e realidade, ou quem sabe, encanto e virtualidade, pois tal narrativa se passa em meio à pós-modernidade.
A história é simples, talvez comum, mas não é porque é simples e comum que deixa de ser especial.
Um garoto-leão. Como assim, podes estar a se perguntar? Um garoto-leão? O que é isso? Como é isso? É simples, como quase tudo ao longo dessa trajetória. Um garoto com coração nobre, um garoto com coração de leão. Lembra aqueles antigos reis como Ricardo, coração de leão. Lembra também o fato de que é filho do Rei, Daquele chamado Leão da Tribo de Judá. É um garoto de linhagem nobre, um simples garoto que um dia foi agraciado com o amor do Leão e assim se tornou o garoto-leão. Muita coisa ele tem aprendido com sua nova identidade. Às vezes tem se ferido, às vezes tem ferido, mas o importante mesmo é que ele tem prosseguido e escolhido a melhor parte: a de continuar garoto-leão ainda que muitas vezes com dor no coração.
A guria. Bom, a guria é essa que narra a singela história e para ela é muito complicado falar de si mesma. Alguns acham que ela tem segredos, alguns acham que ela é impressionante, forte e muito esperta. Algumas coisas importantes tem acontecido em sua vida, algumas coisas muito tristes e dolorosas já aconteceram em sua vida também. Ela está em revisão, em transformação, em reestruturação, ciente de suas incompletudes, ciente de suas limitações, ciente de seus medos, mas acima de tudo, ciente do amor do Leão por ela. Assim como o garoto-leão, ela foi agraciada pelo Amor incondicional do Leão. Quer saber mesmo o segredo da guria? É simples: ela é só uma menina.
Onde eles moram? O garoto-leão e a guria são vizinhos? Foram amigos de escola? Brincavam juntos na infância?
A verdade é que ambos moram em terras um pouco distantes, pertencem ao mesmo país, mas seus territórios estão um pouco longínquos. A terra do garoto-leão pelo que ouviu falar a guria é de muito sol, muito calor, tem praias bonitas e muitas goiabinhas. A terra da guria é mais gelada, o calor forte normalmente vem em uma parte específica do ano, mas há também belas praias, belos lugares e uma cultura que muito influenciou a formação da guria, mesmo quando ela andou por outras terras de seu país.
Mas como então se encontrarão o garoto-leão e a guria, se estão tão distantes? Indo comprar pão na padaria é que não acontecerá! Alguém viajará? Alguém mudará de terras?
Parecia complicado que tal encontro acontecesse, talvez um pouco improvável, mas o improvável aconteceu de maneira simples, como sempre acontecem as coisas nessa história.
Como já mencionado, o ambiente é pós-moderno e tanto a guria como o garoto-leão utilizam a navegação. Navegação por uma terra virtual chamada “world wilde web” ou “web” ou “net”.
Pelo que a guria sabe, o garoto-leão não navega tanto quanto ela. Ela já se aventurou muito nessa terra virtual, fez amigos, criou um clube, foi atacada por um pirata e tem aprendido que tanto na terra virtual como na terra real, as pessoas podem ser más ou boas. Simples assim.
Mas se ele navega pouco, se ele não navega por onde ela navega, como irão se encontrar? A terra virtual é muito mais imensa do que a terra real.
Foi então que algo aconteceu. A guria sempre gostou de escrever, mas sempre gostou de esconder o que escrevia, mas em seu tempo de navegação virtual percebeu que muitos que gostavam de escrever como ela também lá estavam. Percebeu então que talvez a "web" fosse o lugar ideal para “esconder” seus textos e assim ela resolveu criar um diário virtual chamado BLOG.
A guria estava muito triste quando começou a escrever em seu blog, muitas vezes suas palavras deixavam transparecer sua dor e decepção. Mas o que mais a interessava mesmo era falar do que o Leão estava fazendo em seu coração. E assim, muitos foram se achegando, compartilhando de suas ideias, de suas dores e curas. Deixavam recados, replicavam em seus blog's, e até um mural ela criou para que ali pessoas deixassem suas opiniões.
Você pode estar a se perguntar: mas onde anda o garoto-leão em toda essa história? Ele navega pouco, será que ele vai encontrar algum mapa que o conduza ao blog da guria? São milhares de milhares de blog's espalhados por aí.

continua [...]


Reações:

Um comentário:

  1. Ai...ai... se cuida C.S.Lewis (risos) delicioso conto!! Anjinha um dia vou escrever como tú!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.