quinta-feira, janeiro 12, 2012

Parar e Observar.



Por Samuel Ferreira 

As vezes fazemos muitas coisas para muitas pessoas, para nós mesmos, em nome de nossa fé, em nome do que representamos, em nome da família e etc.


Eu mesmo já fiz algumas pequenas e importantes coisas.


Pela minha fé e crença, já preguei em igrejas, bares, ruas e escolas. Já cantei em igreja, já fui ministro de louvor, já tive algumas bandas, já ajudei pessoas que moravam nas ruas, já fiz boas ações, já orei, já rezei...já usei meu pensamento positivo(não me arrependo).

Já fiz muitas coisas em nome de Deus.

E também já perdi a fé muitas vezes, e nesse momento, percebi que não tinha para onde correr, percebi que Deus era meu limite.

E voltando, retornei a fazer as coisas para Deus!

Evangelizei nas praças, dei comida para moradores de ruas,  roupas, cantei na igreja novamente, preguei na igreja novamente, ofertei, orei ....(não me arrependo)

E quando servimos as pessoas muitas vezes, vamos além de nós mesmos, fazemos coisas sobrenaturais e sobre humanas.

Vamos além do raciocínio, da reflexão e explicações.

Andamos pelas esquinas, voltamos para casa, voltamos para a esquina, oramos, cantamos, oramos, cantamos, cremos, pregamos, defendemos, jejuamos....

E muitas vezes, por mais difícil que seja de entender, não olhamos para Deus! É sério!

Fazemos coisas para Deus, mas não olhamos para Deus.

Usamos o nome de Deus, mas não falamos com Deus.

Não curtimos Deus.

Ficamos aqui, tentando salvar o mundo com remendos, e muitas vezes, não paramos para ouvir Deus.

E Deus fica lá...

E Deus fica esperando...

O momento certo...

E de uma hora para outra, imprevistamente, somos obrigados a parar de "fazer coisas" , e perceber Deus!

Paramos de ver nossos filmes chatos, paramos de ler nossos livros chatos, paramos de fazer nossa caridade chata, e Deus finalmente pode ter nossa atenção.

Como Deus tem chamado sua atenção ?

Ou melhor, como que Deus pode fazer para chamar a sua atenção ?

É tempo de olhar para Deus, ouvir Deus...

Pare um pouco com seus filmes, com seus livros, com seus estudos, com suas preces chatas, com suas músicas chatas (só você acha que são boas mesmo), com suas caridades vazias e ouça Deus.

Obs: Deus não fala. Deus grita. (Deus não é jogador de dados!)

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.