sexta-feira, março 29, 2013

A lembrança daquele dia chegou...










Meu Amado,

A lembrança daquele dia chegou
Tua dor atravessa os milênios e nos leva de volta
Lágrimas que ofuscam o brilho da esperança
Instrumentos que dilaceram a carne e expõe tua humanidade
A contingência de um Deus que se humilhou
Derramando seu sangue pelo pecado
Uma culpa eterna que não lhe pertencia
Visto que és feito de um amor abnegado

A lembrança daquela sexta-feira tenebrosa é palpável
O silêncio é quebrado pelo desespero dos discípulos
E pelo soluço do pranto das mulheres que te amaram
O Salvador dilacerado e pregado numa cruz
Há quem ri, chore, duvide ou blasfeme
Enquanto outros se escondem
E há quem deseja tomar teu lugar
Embora indigno, injusto, incapaz

A lembrança daquele dia sussurra tuas palavras
"Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem!"
E entre pranto, dor e gargalhadas, ouvimos teu abandono
É nossa culpa, não tua. É nosso pecado, não teu.
É nossa dor, jamais poderia ser a tua.
Mas escolhestes ser a oferta, o Cordeiro, o mediador
E o fostes, perfeitamente

A sexta-feira chegou e as trevas espalharam-se
O sol escondeu-se, as aves calaram-se e há trevas no firmamento
Tomastes o nosso lugar, bebestes o cálice da nossa morte
Nosso fel sugado por tuas veias
Teu amor exala entre a crueldade e a dor
Exposto, vulnerável, acessível, abnegado

Para o maltrapilho, o doente, o quebrantado, o vacilante
Para o sujo, o mal resolvido, o infiel, o perdido
Para a mentirosa, a adúltera, a deprimida, a abandonada
Para ela, para ele. Para mim e para todos os teus.

A sexta-feira vai... o sábado vem...
Dos céus palavras ecoam "Derrubem este templo e eu o levantarei em três dias"
Mas ainda não podem ser compreendidas
Não é o tempo, não é o dia
Lá no fundo o Amor nos diz: Não é o fim...

E esperamos.


------------------------------
#2 Andréa Cerqueira
(@acspira)
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.