quarta-feira, janeiro 16, 2013

Mesmo sem dinheiro, nada nos faltará...





“Se Deus dá tanta atenção à aparência das flores do campo – e muitas delas nem mesmo são vistas -, não acham que ele irá cuidar de vocês, ter prazer em vocês e fazer o melhor por vocês? Quero convence-los a relaxar, a não se preocuparem tanto em adquirir. Em vez disso, prefiram, dar, correspondendo, assim, ao cuidado de Deus. Quem não conhece Deus e não sabe como ele trabalha é que se prende a essas coisas, mas vocês conhecem Deus e sabem como ele trabalha. Orientem sua vida de acordo com a realidade, a iniciativa e a provisão de Deus. Não se preocupem com as perdas, e descobrirão que todas as suas necessidades serão satisfeitas.

Prestem atenção apenas no que Deus está fazendo agora e não se preocupem quanto ao que pode ou não acontecer amanhã. Quando se depararem com uma situação difícil, Deus estará lá para ajudá-los.”   Mateus 6 (versão “A Mensagem”, Eugene Peterson).

Existe um Deus, um Deus que não é apenas deus, mas é também pai, amigo e abrigo e que nos convida a nos assentarmos e contemplarmos os lírios do campo, as aves do céu, ou se você preferir, assim como eu, as estrelas e as águas do mar... O que realmente importa é que ao contemplarmos a exuberante natureza que por vezes nos cerca, saibamos reconhecer as pegadas do Criador, seus sinais de zelo, cuidado e carinho para conosco. Que não apenas criou um mundo para nós habitarmos, mas foi além, e criou um mundo belo para vislumbrarmos. O belo sara nossa alma em muitos momentos, é só lembrarmos o bem-estar em nós produzido quando vemos uma bela imagem ou ouvimos uma bela canção.

O belo de Deus vai além, pois mais do que nos alegrar e sarar, ele vem para nos consolar, para nos ajudar a confiar, para nos lembrar que não estamos sós e que ainda que os assombros e as preocupações de uma vida-rotina cada vez mais insana tentem nos tomar de assalto, podemos suspirar, parar e contemplar os lírios que se estendem e nos dizem em sua silenciosa e bela presença que NADA nos faltará. 
Eis o desafio de nossos dias: parar, silenciar, confiar...

Interessante que Deus não nos manda olhar para a carteira, para a carreira, para o carro, para o cargo, para a casa, para a pessoa mais próspera que conhecemos. Ele nos manda olhar para o simples lírio, para a frágil ave, nos lembrando assim que tudo vem DELE, é por Ele e para Ele.*

E que ainda sem dinheiro, bens ou similares, nada nos faltará. Pois Ele é Aquele que enviou seus discípulos apenas com a capa, sandálias e nada mais excedente, pois como já foi escrito: “para que ninguém se glorie, a excelência é Dele, somos apenas os vasos de barro”.**

Roberta Lima

*Romanos 11:36
** 2 Coríntios 4:7
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.