terça-feira, novembro 01, 2011

Vale a pena "ler" de novo: Hoje tem espetáculo? Tem sim, pastor!



Fico me lembrando dos circos da época de criança nos quais o animador de auditório ou algum palhaço dirigia-se ao público perguntando a célebre frase: “Hoje tem espetáculo?” ao que o coro respondia: “Tem sim senhor”.


Se transmitirmos nossa imaginação para os cenários de muitas de nossas instituições religiosas, talvez ouçamos a mesma pergunta sendo a nós dirigida por um animador, ops, pastor ou ministro de louvor.

Quantos de nós não estamos acostumados a proclamar aos nossos irmãos sentados ao lado (é preciso sempre interagir não é mesmo? Nada de ficar quietinho – isso é coisa de “crente iceberg” diz um famoso pregador e conferencista internacional)... enfim, precisamos proclamar ao nosso irmão do lado que o culto, ou seria espetáculo? Será sobrenatural, se prepare meu irmão(a), depois dessa noite sua vida NUNCA mais será a mesma, após a oração forte de nossos ungidos TODA maldição estará quebrada (esqueceram de contar isso para Jesus que se esvaziou na cruz, carregando TODA a nossa DOR e MALDIÇÃO)

Prossigamos com o espetáculo, ops, perdoe-me novamente, culto.

Após a interação com os irmãos e algumas repetições do jargão evangeliquês, chega a hora da coreografia (todos juntos, por favor! E se você não faz direito – ai, ai, ai irmão; é sinal que não está sendo frequente em nossos cultos).

Assim se passa o tempo do “louvor” e agora que a platéia, ops novamente, as ovelhas estão bem receptivas, é hora da palavra ou dos testemunhos.

Os testemunhos são um caso à parte no show gospel, ops, perdoe-me, não sei o que está acontecendo comigo, fico confusa às vezes. São todos autocentrados, antropocêntricos, valorizam a mentalidade de gueto, somos os melhores, os intocáveis, outro dia ouvi um tristemunho, ops, testemunho, em que a senhora estava toda feliz por ter ido trabalhar numa empresa onde só trabalham crentes.

Sugiro que alguns desses irmãos ungidos e separados que não querem se contaminar com as coisas deste mundo planejem um protótipo de “foguete de Noé” e escolham algum planeta desabitado para lá dominarem como sacerdócio real e nação santa. Teremos a gospelândia pura e imaculada.

Após os testemunhos, você poderá ouvir uma ameaçadora palavra sobre dízimos e ofertas e se sentirá muitas vezes num assalto à bíblia armada com versículos vetero-testamentários obviamente.

Depois de lidas todas as maldições e proclamadas todas as bençãos aos fiéis não roubadores de Deus, vem o show-man, ops, pastor, com a GRANDE REVELAÇÃO da noite.

Logicamente a grande revelação não pertence ao NOVO TESTAMENTO, é envolta em rituais, sacrifícios, correntes, propósitos, TUDO para garantir que “determinando com fé” sua benção será garantida (caso não venha, não prometemos seu R$ de volta, a incredulidade do seu coração é que lhe roubou o agir do Senhor – penso no pobre Jesus na cruz novamente).

E assim rola a palestra motivacional, quer dizer, a pregação, cheia de textos fora de seus contextos, regada a muitos “aleluias” e “glórias à Deus”, algo que deixa consumidores, ops, ouvintes arrebatados e verdadeiros discípulos nauseados.

O ápice de tudo é o “apelo” ou seria APELAÇÃO? Emocionalismo barato, promessas de soluções imediatistas, tem horas que penso que vão esfregar a bíblia e de lá sairá o gênio da lâmpada mágica.

Venha e receba: TUDO! TODA A SOLUÇÃO! NESTA NOITE! COM ESTA CHAVE DA VITÓRIA! COM ESTA ROSA BRANCA! COM ESTE LENÇO UNGIDO!

Paro por aqui, preciso me levantar... o espetáculo é demais para mim!!!!

Me perdoem a acidez, mas estou farta desse pseudo-evangelho sem cruz, sem Cristo e sem GRAÇA (em todos os sentidos).

Cansei da barganha, cansei do entretenimento, cansei das campanhas, cansei de só ouvir velho testamento.

Faço um apelo aos irmãos sinceramente enganados pelo espetáculo gospel: leiam a bíblia, estudem a palavra, tenham intimidade com o ABA.

Finalizo com um pensamento do incrível John Stott:

“Quando vou à igreja, tiro o chapéu, não a cabeça".


No amor Daquele que nos ensina em TODAS as coisas:

Roberta Lima 
Reações:

5 comentários:

  1. "Só entre se você veio O adorar" Com essa frase Júnior começava seu sermão. E sempre que saio de minha casa em direção a casa de meu PAI digo que estou indo O adorar. Nada de surpresas circenses. Tem que ser de coração, temos que viver Cristo de verdade. Domingo passado Salomão uma criança de 11 anos abriu sua bíblia e falou sobre sinceridade,compromisso e amor. Com sua voz firme disse: chega de confusão devemos amar a cristo sem rodeios, lermos a palavra, sermos corpo e respeitarmos as diferenças". Uma criança madura e comprometida. Ainda bem que existe os que não tiram a cabeça!

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus!!!
    Acredita que comecei a visitar outras igrejas porque ENFAREI da minha, quando os pastores mandavam eu virar pro meu irmão do lado e falar algo?
    Gente, que coisa cansada, forçada, que inhaca!
    Cansei do evangelho ralo, das frases de efeito, copiadas, prontas e decoradas.
    Mas graças ao meu bom Pai, quem procura acha. Nessas minhas "procuranças" por BH, encontrei muita PALAVRA boa!
    Meninas, que vcs continuem nos abençoando!
    mica

    ResponderExcluir
  3. Inhaca? rs essa foi boa mica!inhaca das brabas.
    Como é fadigante vivermos na mesmice, porém toda mudança precisa ser encarada de frente. O Pai nos quer por perto e ainda bem que ele nos vê e acima de tudo caminha conosco. bjimmm

    ResponderExcluir
  4. Isa, a Mica arrasou nos coments, né?

    Adorei reler a palavra "enfarei" expressão tipicamente mineira que encheu meu coraçãozinho de saudades...sim...tem horas que enfaramos, mas pela graça do Pai ainda há aqueles dispostos a dar de beber da pura água que emana da FONTE que jorra para a vida eterna...

    Bjks gurias!

    Amo vcs!

    =)

    ResponderExcluir
  5. vivendo e aprendendo "enfarei" quando li a primeira vez li "enfartei" kkk agora que percebi a falha do engano rs

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.