segunda-feira, outubro 31, 2011

Vale a pena "ler" de novo: Eu, sabotador de mim




Se sou o maior interessado em promover minha felicidade e satisfazer meus desejos, POR QUE vivo esperando que isso seja realizado por meio de coisas, situações e pessoas?! Por que dou a outro uma procuração assinada em meu nome de promover minha FELICIDADE?! Algo que deveria ser e estar apenas comigo?! Controverso não é?! Todos esses dias temos tratado de relacionamentos focando várias vertentes e diversas temáticas.

Eu, sabotador de mim, nasceu de um conversa com uma amiga com quem fiquei horas conversando ao celular no dia de ontem.

Um resumo: Jovem, loira, linda, estudante de Jornalismo, morando sozinha - sonho de muita gente por aí – cheia de amigos, também de pretendentes, mas total e completamente insatisfeita consigo.
E aí?! Como fica?!
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. Marcos 12:31

Deu pra traçar algum paralelo com esse texto?! Nãããããoooo?! Tá legal! Explico:

O MESTRE coloca amar o próximo como o segundo maior mandamento, porém não é um simples amar, precisa amar como a si mesmo! Então se não consigo me amar da forma que sou, se não me basto e preciso que outro me complete a coisa vai ficar feia, vai que o outro também está no mesmo estado?! Vai que ele tá pensando que você é a metade que falta nele?! E se essas duas metades estiverem faltando?!?!

OH MEU DEUS! Caos instalado.

Pessoas sabotadoras de si mesmas deveriam andar com uma placa: PERIGO AMBULANTE.

Falamos sobre Deus não unir metades e sim dois inteiros. É injusto e desumano aprisionar a mente de alguém com ideias de falta de competência em nos fazer felizes.

Sócrates disse: Conhece-te a ti mesmo, e para eu me relacionar com outra pessoa, além de me conhecer, preciso estar amadurecido para mim. Nossa relação com o mundo e com nosso parceiro depende desse conhecimento e da aceitação de quem somos. 

Nos frustramos e nos sabotamos quando nossas necessidades estão baseadas em algo ou em alguém. Essa sabotagem acaba atingindo várias esferas do nosso ser.

Não sou profissional no quesito psicologia, muito menos uma assumidade no que tange a alma humana, mas te garanto, quando coloco na responsabilidade de outro a satisfação de meus desejos e dou-lhe carta branca para me fazer feliz, o risco dessa satisfação me frustrar é enorme, com letras bem grandes.

Já tive meus momentos de baixa auto-estima e de querer me firmar como pessoa por meio de um elogio, por meio de ser notada, mas ter momentos e passar a existência assim além de sabotagem é suicídio, e autoflagelo.

As pessoas amam quem se ama e querem estar, permanecer o maior tempo possível com quem tem esse amadurecimento emocional. 

Não preciso de psicólogo para me dizer isso, mas sugiro essa opção a quem se notar num estado semelhante de auto sabotagem.

Seguindo o conselho de Sócrates – CONHECE-TE A TI MESMO – a probabilidade de encontrar alguém inteiro que te complete é muito maior, porque não vai buscar o que você não tem para te completar, pelo contrário, atrairá um inteiro que sonhe caminhar ao seu lado.

Além do que somos obra não das palavras do PAI, somos arte de suas mãos. ELE não faria nada medíocre, olhe toda a sua criação ao seu redor e perceba que um DEUS tão grande e multifacetado em amor, fez de você a EXCELÊNCIA DE SUA OBRA!


nELE que é TUDO em todos,

Noh Oliveira
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.