quinta-feira, julho 05, 2012

Quando o peso não é nada leve...


Dói os ombros...
Há muita coisa sobre ele

Os ombros são as mãos que carregam fardos nus
Ninguém vê
Ninguém sente
Só você

Mas o que ninguém sente fica fácil para alguém colocar um peso a mais

Então as forças titubeiam
Os pés tropeçam
A lágrima escorre
Os lábios emudecem

Raramente encontramos alguém com um ombro disposto a partilhar
Caminhar junto pode nos levar a caminhar mais rápido ou devagar

Estar junto requer dividir o peso
Dividir a dor
Dividir as lágrimas
Dividir o silêncio

"Quem vai ouvir a minha voz?
Quem vai enxugar as minhas lágrimas?
Quem?
Quem?"*

O peso adormece nos ombros
A dor aumenta
Os passos se tornam mais lentos
A caminhada mais longa

Alguém disposto a caminhar junto?

***
Simplesmente, Tininha

* [música "Quem" do Oficina G3]

Reações:

2 comentários:

  1. O pecado não pesa no nosso dia-a-dia e sim na nossa consciência .

    http://www.blogdapauliinha.com/

    ResponderExcluir
  2. Quando a "bolha" estoura percebo que há mais coisas "vivas (ou sobrevivendo)" ao meu redor que o mundo que eu sempre acreditei ser o único a existir.
    =)

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.