segunda-feira, outubro 22, 2012

Uma nota sobre 'Limites e Liberdades'


Faz pouco tempo que aprendi o valor da palavra 'não' e a necessidade dos limites.

Se me perguntasse há dois anos o que eu considerava de maior valor na vida provavelmente responderia: Liberdade, Flexibilidade e Versatilidade.

Hoje, minha resposta recebeu uma palavra a mais: Limites.

Parece contraditório citar Liberdade e Limites na mesma frase, mas dentro de mim isso se tornou natural. Talvez porque eu esteja tentando faze-los coexistirem há algum tempo.

Sou o tipo de pessoa que para que 'a paz reine' é capaz de pedir perdão por erros não cometidos, justificar-se por causas desnecessárias e deixar-se usar só para não ofender quem quer que seja.

Ok, a frase acima foi construída no tempo errado, eu ERA assim. Não sou mais. Cansei de ser.

Não me tornei a rainha má da história da Cinderela, nem tenho planos maquiavélicos contra ninguém, mas comecei a estabelecer alguns limites na minha vida.

Construí minha pequena cerca de madeira branca. Não fiz isso pra me isolar, fiz pra me proteger.

Se quiser entrar é só chamar.
Mas antes limpe os sapatos.
E não fale palavrões.

A casa tem algumas (poucas) regras e o respeito é a maior.


.

Abraços, Lu Poulain (Luciana Leitão)
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.