terça-feira, julho 26, 2011

Eu odeio isso!


É com muita ira no meu coração, confesso, que eu escrevo esse texto. Poucas coisas me deixam nervosa, me tiram do sério, e uma delas é a mentira. A mentira é um veneno letal na nossa alma, daqueles que matam devagar. Ao contrário da verdade que dói imediatamente, mas gera cura gradativa, a mentira é aquele tipo de placebo que você sabe que no fundo não resolve nada, mas se engana achando que está melhorando. Existem um milhão de motivos pelos quais os mentirosos de carteirinha costumam usar para se justificar. O mais idiota e sem lógica é o tal do “não ferir” o outro, eu entendo isso como um assassino que mata o alvo de forma silenciosa e rápida para ele não sentir dor, mas que ele vai matar seu alvo ele vai, que o mentiroso vai mentir inescrupulosamente para conseguir o que ele quer… ah isso ele vai!

O pior é o que essas pessoas podem nos fazer, além de nos matar na alma e nos sentimentos, é nos transformar em outros mentirosos. O convívio com o mentiroso nos tira a visão correta e nos enche a alma daquelas inverdades é como se ficássemos cegos por instantes e em pouco tempo passamos a acreditar naquela desculpa como se ela fosse realmente uma “verdade”. É porque a mentira para um mentiroso vira verdade de tanto que ele repete aquilo para si mesmo e para os outros.



Há quem minta por vício, por conveniência, por pressão para fugir de uma situação… mas no fundo quem mente quer controlar, controlar o que na vida é incontrolável, circunstâncias contrárias a sua vontade, controlar a verdade dos fatos...

Se eu falar que nunca menti, estarei mentindo... já menti e sei que você também. Não sinto nenhum prazer nisso e hoje me vejo sendo colocada em diversas situações de exposição por falar a verdade, mas, enquanto eu puder ser verdadeira com as pessoas e comigo mesma eu quero ser, mesmo que isso me custe ser sempre a ovelha negra.

Antes ovelha negra, do que lobo branco. Afinal o pai da mentira se traveste de anjo de luz e Jesus nunca disse que seus filhos seriam branquinhos. 


nEle, que é a Verdade,

Si Caetano.
Reações:

2 comentários:

  1. Lorão matou de pau!!! Bem matado! Amo ler essa menina!!! Vivi...Beijos Si!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.