terça-feira, maio 07, 2013

A uma lágrima de distância



Às vezes parece-me ausente
Tão distante
Até indiferente

Mas esse não é Você
É minha alma
Abatida
Desesperada

Você jamais está tão distante
Ao ponto de não ver uma lágrima minha
Ou muitas

E sabe o significado de cada uma
Mesmo quando eu não as reconheço

Recordo-me de teu Amor
Assombroso
Radiante
Acolhedor

Você já fez tudo
Entregou tudo
Revelou-se completamente

O teu melhor já aconteceu
Naquele jardim em profunda aflição
Nos gemidos de dor
Na crueldade daquela cruz

E se às vezes você me parece distante
Tantas outras te sou indiferente
Miserável pecadora que sou!

Meu coração é teu, Deus meu
Lembra-me de tua presença
Encoraja-me em teu amor
Guia-me pela verdade

E que cada lágrima traga consigo
A lição de um novo dia
E o despertar de uma fé
Que se movimenta em tua direção


___________________________________

Caminhando sob a graça,
#2 Andréa Cerqueira
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.